quinta-feira, dezembro 29, 2005

As SAD's


Não é meu hábito escrever sobre futebol, mas as notícias que se vão sucedendo de clubes de futebol com salários em atraso são um retrato visível do Estado (de Impunidade) da Nação.
Deixo esta notícia retirada do jornal RECORD:

Greve foi evitada pelo roupeiro Rogério
No final do encontro com o Barreirense, Marco Paulo, capitão do Estoril, explicou na sala de imprensa o que se tinha passado no balneário para a equipa entrar em campo.
"Viveram-se momentos bastante complicados e a greve foi certa quase até ao último minuto. A direcção da SAD explicou-nos que existe um grupo de investidores, cuja face visível é Dionísio Castro, com vontade de pegar no Estoril. É uma pessoa nova e vamos acreditar. Acabámos por jogar também pela nossa dignidade. Assim, se tivermos de sair, ninguém nos pode apontar nada. Vamos fazer tudo para que o clube não acabe", explicou Marco Paulo, formado nas escolas do clube.
No entanto, houve um pormenor fundamental para a decisão dos jogadores e esse não passou por novos investidores, até porque os atletas acabaram por não receber dinheiro nenhum ontem.
E o homem decisivo foi o roupeiro Rogério, há mais de 30 anos a trabalhar no clube e figura muito querida pelos jogadores.
Depois de estes decidirem não jogar, às 13.30, o técnico de equipamentos ficou desesperado no balneário, alertando para um pormenor: se o Estoril acabar, ele fica sem emprego.
Ninguém ficou indiferente ao drama do amigo e a equipa entrou em campo, ganhou e dedicou-lhe a vitória.


Autor: MIGUEL AMARO
Data: Sexta-Feira, 23 de Dezembro de 2005 00:57:00

1 comentário:

Rb02 disse...

Desejo-te o mesmo embora não saiba quem sejas