domingo, novembro 02, 2008

BPN - temos o direito de saber

Há menos de duas semanas Cavaco disse publicamente que não tinha conhecimento de haver bancos portugueses em dificuldades, já depois da CGD ter injectado capital no BPN. Era claro que nessa altura os bancos dos seus amigos Cadilhe e Dias Loureiro já era [ver o meu post de 11 de Outubro "Em quem devemos confiar?"].
Ainda não se conhece os contornos da nacionalização, mas para já há três perguntas a fazer:
1. Partindo do princípio que a dívida do BPN não foi contraída nas duas últimas semanas, quem determinou o empréstimo da CGD e quais foram os motivos?
2. Partindo do princípio que Constâncio sabia da situação real do BPN, que medidas foram tomadas pelo Banco de Portugal e qual as suas responsabilidades?
3. Quem tem responsabilidades na situação actual do Banco?

[notícia do Público]

1 comentário:

Sopro leve disse...

E quem tem responsabilidade de sermos governados desde o 25 de Abril por pessoas que defendem interesses de meia duzia...
Como é possivel que governe, quem governa contra a maioria que vota neles...