quinta-feira, agosto 21, 2008

Jogos Olímpicos

De quatro em quatro levanta-se o habitual torpor dos atletas de sofá, sobre a prestação dos atletas portugueses, este ano apimentadas, pelas declarações do comandante da delegação portuguesa Vicente Moura - o primeiro rato a abandonar o barco.
No dia em que Vanessa conquistou a primeira medalha, o comandante veio fazer declarações despropositadas atacando veladamente outros atletas e pondo uma enorme tensão sobre toda a comitiva e em especial sobre os atletas que ainda tinham de efectuar as suas provas. Já todos sabíamos que o comandante teria poucas condições para continuar, por causa das suas declarações e pelo facto de estar à mais de 400 anos a trabalhar de 4 em 4 anos. Mas passado uns dias, o comandante resolveu anunciar que se demitia, ainda antes do Jogos terminarem.
Que os atletas digam disparates, não me preocupa nada. Que quem é pago para comandar (e não para opinar), desestabilize, isso sim, é dinheiro mal gasto do erário público. E já lá vão tantos quatro anos!

2 comentários:

ordep disse...

Directamente do sofá... logo vou ver a final do triplo salto com o Nelson Évora!!!

tms disse...

Por acaso, quando escrevi sofá, pensei em ti!
Eu vejo no trabalho...