quinta-feira, março 23, 2006

Pio Leyva


Pouco dado a elogios funebres, aqui fica a homenagem: Pio Leyva (Morón 1917 - La Habana 2006)

1 comentário:

a.castro disse...

Concordo com tudo que diga respeita a Cuba! Condeno Bush e o estúpido embargo. (O tipo deve, todavia, fumar charutos às escondidas. Em Portugal é às claras!)