segunda-feira, setembro 11, 2006

A direita, o PS, os reaccionários e os amantes deles

Paulo Pedroso e outros distintos bloggers organizaram um abaixo-assinado com a seguinte introdução:
"Dando seguimento à onda de indignação, com a presença das FARC na Festa do Avante, e solidariedade para com os mais de 3.000 sequestrados por este grupo terrorista, que se estabeleceu na blogosfera portuguesa, constituiu-se um grupo, tendo em conta as propostas que os diversos elementos formularam, que elaborou diversos documentos para enviar a diversas entidades."
Este abaixo-assinado foi fluentemente difundido por todos os blogues mais reaccionários tendo encontrado alguns albergues na esquerda moralista.
No Canhotices foi publicada uma carta aberta a Paulo Pedroso de resposta ao abaixo-assinado, muito menos mediatizada, mas que merece divulgação:

Sr Paulo Pedroso:
Sou militante do Partido Comunista Português. Tenho 32 anos. Sociólogo como o senhor.Acompanhei esta questão na net desde que foi levantada no Tugir. Primeiro sorri. Depois verifiquei que o barulho continuava e se multiplicava. Estendia-se à comunicação social. Vi o seu nome associado a esta nojeira anti comunista. Poderemos discutir a natureza das FARC, discutir as diferenças entre legalidade e legitimidade. Poderia lembrar-lhe a si, militante do PS as acções do socialista Palma Inácio antes do 25 de Abril. Ou as armas de Edmundo Pedro. Poderia lembrar-lhe os elogios do PS em 1975 a Ceausescu. Lembrar a amizade de Mário Soares com o mafioso do PS Italiano. Ou as viagens do militante socialista João Soares à Jamba de Savimbi. E estaríamos conversados quanto a companhias.O que não posso admitir, como militante da organização PCP é a presunção que em actividades deste Partido se tenham praticado actividades ilegais, com eventual entrada de pessoas clandestinas em Portugal com o beneplácito deste partido - pessoas que ainda por cima o senhor repete à exaustão serem traficantes de droga.Tal afirmação é uma ofensa ao PCP como aos seus militantes. Uma calúnia soez, primária e cobarde. Isto não é combate político!O seu amigo Ferro Rodrigues, aquando da sua detenção afirmou que iria fazer da luta contra a cabala que constituía a sua detenção o combate da sua vida e que não descansaria enquanto não apanhasse os autores dessa cabala. Até hoje não há sinais de cabalas e de autores - e o combate do seu amigo, hoje é em Paris no tachinho da OCDE.Amigo lute pelo nosso povo! Assine petições pelo nosso povo.Portugal merece.E por favor deixe-se de anticomunismos primários...Intelectualmente isso diminui-o. Mesmo que se queira mover por instintos básicos de revanche.

4 comentários:

jmac disse...

parece-me um pouco primário apontar os dedos aos outros pelos mesmos pecados e pecadilhos. e se o discurso fosse: "isto é insuportável como o foram as ações vossas."
não seria mais bonito?

PCP Valongo disse...

Site do PCP/Valongo em http://pcp.valongo.googlepages.com/

Visitem e divulguem!

Randomblog disse...

Caro jmac,
a que "vossas" te referes?

a.castro disse...

Confesso que não saberia responder ao Tugir como aqui é feito. Aliás, discutir política com fascistas incomoda-me. A minha modesta "contribuição" foi eliminar o Tugir da milha lista de links. Por acaso não tinha na minha lista outros "abaixo-assinados" reaccionários porque, se tivesse, iam todos "borda-fora". Pelo sim pelo não, guardei o post, à espreita de mais fascistas, já que eles teimam em espreitar os comunistas, feitos bufos à moda antiga.