sábado, setembro 16, 2006

O triunfo dos porcos

Os últimos alunos a entrar nas licenciaturas de arquitectura da Universidade do Porto e Évora obtiveram respectivamente as médias de 18,1 e 14 valores. Estes são os dois extremos das classificações, que neste ano se teve de obter para atingir a possibilidade de se estudar arquitectura numa universidade pública. Mais tarde, estes alunos de grandes notas e aspirações, terão de emigrar ou de se desenrascar num país onde serão maltratados por um poder de estado constituído por gentes mediocres e de raciocínio curto.

2 comentários:

jrc disse...

Ainda por cima têm que ser "chulados" pela Ordem...

arquitecto discriminado disse...

"TODOS OS LICENCIADOS EM ARQUITECTURA SÃO IGUAIS, MAS UNS SÃO MAIS IGUAIS QUE OUTROS"

Esta citação é verdadeira dependendo da vontade dos p.... que dirigem a Ordem dos Arquitectos